Sobre a Sala

Sala de Situação.

A sala de situação da SEMA caracteriza-se por monitorar os recursos hídricos do Estado em parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA), em que através de uma cooperação técnica estabeleceu um espaço físico para centralizar e analisar a informação relacionada aos recursos hídricos do território gaúcho, com atenção para as informações preditivas de inundações, cheias, enxurradas e estiagens. No futuro a sala poderá monitorar alguns outros elementos que interessam à gestão ambiental.

Mapeamento Geral da vulnerabilidade dos rios à inundação no RS

Participação nos estudos de cheias e inundações para algumas bacias hidrográficas do RS, instalação de estações hidrometeorológicas no RS, apoio ao CEMADEN para monitoramento de desastres no RS.

Contratação de equipe técnica para funcionamento da sala de monitoramento, colaboração com a UFRGS para instalação e funcionamento de radares meteorológicos no RS

Articulação com a defesa civil estadual, regionais e municipais para o conhecimento da realidade empírica, através do olhar técnico e mapeamento das áreas e comunidades atingidas por eventos críticos - com inundaçõões bruscas e graduais ou estiagens.

A rede estadual de monitoramento hidrometeorológico é composta de estações de monitoramento dos níveis dos rios e da precipitação pluvial (chuva), com funcionamento em tempo real de forma digital e com envio de dados por telemetria via satélite GOES e via celular. Algumas estações são de responsabilidade da SEMA e outras de responsabilidade de entidades ou instituições parceiras da SEMA.

Vídeo sobre a sala de situação